Sistema Gestor oferece vantagens ao substituir emissor gratuito de Nfe

O emissor gratuito auxilia várias empresas a estarem adequadas ao processo de emissão de nfe. Agora a secretaria da fazenda de SP que foi a precursora desse software informou a descontinuidade do emissor a partir de 01/01/2017*. E agora o que eu faço? Sua empresa não vai parar por esse motivo, então é hora de escolher um novo sistema para substituir o emissor gratuito do governo, porém será mais interessante ao substituir agregar facilidades ao dia a dia. A Sistema Gestor, fornece o GfazNfe que é capaz de emitir notas sem a necessidade de instalar nenhum software no computador, a emissão é totalmente on-line, permite que vários usuários devidamente identificados emitam notas em vários computadores simultaneamente. O Gfaz conta com a digitação manual de uma nova nota, mas oferece facilidades como: nova nota com base em uma existente (Duplicar), emissão por planilha do excel, via arquivo TXT, espelhar nota de retorno/devolução com nota do fornecedor ou cliente ou ainda com um arquivo XML. Destaca-se no Gfaz o cálculo automático de tributos e o arquivamento de notas fiscais emitidas e as recebidas de terceiros  (ex: Nota de fornecedores). Garante que sua empresa preencha sempre corretamente a nota e  tenha condições de estar em dia com as obrigações fiscais de arquivamento do documento. Outro ponto destacado por nossos clientes é a facilidade para emissão de notas de entrada “Importação”. E meus dados, como eu faço?   O Gfaz é capaz de importar do Emissor gratuito, todo o cadastro de produtos, clientes e todas as notas que você possuir em arquivo XML (mesmo as mais antigas). Assim não será necessário redigitar seus dados ...

Problemas com atualização do java ao emitir Nfe?

O java é uma tecnologia utilizada para desenvolver aplicações, como ele é possível programar Sistemas, Jogos e Utilitários  com uma infinidade de recursos incluindo o emissor gratuito de Nfe. É uma ótima tecnologia, o problema fica por conta das constantes atualizações de segurança. Que vem a tona geralmente quando a gente mais precisa de agilidade, por exemplo quando vamos emitir uma nfe. O que fazer para  evitar que todas vezes que for utilizar o emissor de nfe, seja necessário atualizar o java? O java não é exclusivo para o emissor de nfe, muitos outros programas o utilizam e podem precisar de novos recursos que passam a estar disponíveis nessas versões atualizadas, porém o principal motivo para as atualizações é com relação a segurança. Sempre que uma pessoa mau intencionada encontra uma vulnerabilidade no Java ele desenvolve algum programa malicioso (vírus, por exemplo) que pode danificar seu equipamento ou oferecer outros tipos de riscos como o acesso não autorizado ao seus dados. Então o processo de atualização é realmente necessário.   É possível evitar esse processo? Há como desativar o update, mas essa não é uma ação recomendada. As atualizações do Java realmente podem deixar a atividade um tanto quanto burocrática ou demasiadamente técnica, além do conhecimento do operador do computador. A melhor maneira de evitar essa dificuldade é utilizar outros tipos de tecnologia que não utilizam esse recurso.   Com o Gfaz posso deixar de utilizar o java? Sim, o Gfaz é uma tecnologia totalmente on-line, e não requer nenhum tipo de processamento em seu computador e não tem o Java como pré...